Wähle ein anderes Land oder eine andere Region, um Inhalte für deinen Standort zu sehen. Select another country or region to see content for your location. Seleccione otro país o región para ver el contenido de su ubicación. Selecteer een ander land of een andere regio om de inhoud van uw locatie te zien. Vælg et andet land eller område for at se indhold, der er specifikt for din placering. Voit katsoa paikallista sisältöä valitsemalla jonkin toisen maan tai alueen. Choisissez un pays ou une région pour afficher le contenu spécifique à votre emplacement géographique. Επίλεξε μια άλλη χώρα ή περιοχή, για να δεις περιεχόμενο σχετικό με την. Scegli il Paese o territorio in cui sei per vedere i contenuti locali. 別の国または地域を選択して、あなたの場所のコンテンツを表示してください。 Velg et annet land eller region for å se innhold som gjelder der. Escolha para ver conteúdos específicos noutro país ou região. Välj ett annat land eller område för att se det innehåll som finns där. Konumunuza özel içerikleri görmek yapmak için başka bir ülkeyi veya bölgeyi seçin. Chọn quốc gia hoặc khu vực khác để xem nội dung cho địa điểm của bạn

Diese Box wird angezeigt, da die Seitensprache nicht mit einer den Browsersprachen übereinstimmt.

Close



“Não haverá despedimentos. No limite, renuncio ao meu salário”

O CEO da LIQUI MOLY, Ernst Prost, apoia a sua equipa e os seus clientes em todo o mundo afetados pela crise do coronavírus

Março de 2020 – A pandemia do coronavírus afunda a economia mundial e cria enormes incertezas quanto ao seu desenvolvimento futuro. A LIQUI MOLY, especialista alemã em óleos e aditivos, sabe disso e assume uma posição clara: “Não haverá despedimentos. No limite, renuncio ao meu salário”, prometeu o CEO, Ernst Prost, aos colaboradores.

No início da semana, Ernst Prost tinha surpreendido os colaboradores da LIQUI MOLY com um prémio de 1000 euros. “Como motivação e como sinal de segurança, um sentimento que, em tempos de crise, vacila facilmente.” 

A isto segue-se, agora, a garantia de manutenção dos postos de trabalho: “O medo e as preocupações não nos permitem viver bem nem ter grandes desempenhos. Por isso, prometi-lhes que não irão sofrer prejuízos financeiros. Não haverá despedimentos!” Esta decisão abrange todos os colaboradores da empresa, na Alemanha e nas filiais existentes em Espanha e Portugal, Itália, França, África do Sul e EUA, assim como os colaboradores localizados na Dinamarca, Grã-Bretanha, Bélgica, Países Baixos, Tailândia, China, Japão e Índia. “Os negócios são globais, mas a responsabilidade também é. Os nossos colegas de todo o mundo têm de ser capazes de alimentar as suas famílias.”

A prioridade principal de Ernst Prost é proteger a saúde dos seus trabalhadores e das respetivas famílias. “Por outro lado, tentaremos manter-nos em funcionamento durante o máximo de tempo possível. Um equilíbrio exigente, mas necessário”, como bem sabe o CEO da LIQUI MOLY. Esta missão pressupõe que as cadeias de aprovisionamento se mantêm a funcionar, quer nas aquisições, quer nas vendas. “Desde que isto esteja garantido, podemos manter a nossa produção.”

Além disso, para Ernst Prost, é igualmente importante poder continuar a pagar os salários e ordenados dos seus colaboradores atempadamente e na totalidade. Sobretudo agora, muito embora a redução nas encomendas seja drástica devido às medidas de proteção contra o coronavírus e, consequentemente, as receitas também sejam muito reduzidas. Durante este ano, a LIQUI MOLY tem de gerar aproximadamente 57 milhões de euros para pagar encargos salariais, incluindo as contribuições para a segurança social. “Há vários dias que dedicamos toda a nossa atenção, em permanência, a esta tarefa”, afirma Ernst Prost. Se o pior vier a acontecer, o diretor da LIQUI MOLY vai mais além: “Se a situação o exigir, renuncio ao meu salário. Todos fazemos sacrifícios, por isso, o capitão tem de dar o exemplo para que a sua tripulação possa sentir-se confiante.”

O CEO da LIQUI MOLY assume a sua responsabilidade não só perante os seus colaboradores, mas também em relação aos clientes espalhados por todo o mundo. “Ajudaremos no que for possível. Já recebi pessoalmente pedidos de ajuda, por exemplo, do México. Neste país, a vida das pessoas está em crise devido ao novo vírus, mas também por causa da inflação e da violência.” Fazemos tudo o que está ao nosso alcance para que os nossos parceiros recebam as mercadorias essenciais à sua atividade. Para Ernst Prost, a situação fora da Alemanha é mais grave do que no país de origem da LIQUI MOLY, uma vez que a pujança económica e os programas de apoio estatais da maioria dos países não se comparam aos alemães. Uma análise da situação em Itália revela condições apocalípticas. “Alguns países já com fraquezas estruturais estão de rastos. Por isso, manteremos a nossa firmeza durante o tempo que for possível.”

LIQUI MOLY Iberia
Cláudio Delicado
Strategic Communication & Marketing
Sintra Business Park, Edifício 01 - 1° P
2710-089 Sintra

Telefone: +351 (21) 925 07 32
Fax: +351 (21) 925 07 34
E-mail: claudio.delicado@liqui-moly.com

Contacto

Portugal

Europe

Bosna i Hercegovina
Bŭlgariya
Czechia
Danmark
Deutschland
Eesti
España
France
Great Britain
Hrvatska
Ireland
Italia
Kosovë
Latvija
Lietuva
Magyarország
Nederland
Norge
Österreich
Polska
Portugal
Schweiz
Slovensko
Srbija
Suomi
Sverige
Türkiye
Ελλάδα
Македонија
Монтенегро
Россия
Србија
Украина

Asia Pacific

Australia
Brunei
Indonesia
Malaysia
Myanmar
New Zealand
Pakistan
Singapore
Thailand
Việt Nam
Казахстан
Киргизия
ישראל
ایران
中国
日本
대한민국

Americas

Argentina
Bolivien
Brasil
Chile
México
Paraguay
Perú
Trinidad & Tobago
Uruguay

Africa, Middle East and India

South Africa
Uganda

The United States, Canada and Puerto Rico

Canada
USA