Wähle ein anderes Land oder eine andere Region, um Inhalte für deinen Standort zu sehen. Select another country or region to see content for your location. Seleccione otro país o región para ver el contenido de su ubicación. Selecteer een ander land of een andere regio om de inhoud van uw locatie te zien. Vælg et andet land eller område for at se indhold, der er specifikt for din placering. Voit katsoa paikallista sisältöä valitsemalla jonkin toisen maan tai alueen. Choisissez un pays ou une région pour afficher le contenu spécifique à votre emplacement géographique. Επίλεξε μια άλλη χώρα ή περιοχή, για να δεις περιεχόμενο σχετικό με την. Scegli il Paese o territorio in cui sei per vedere i contenuti locali. 別の国または地域を選択して、あなたの場所のコンテンツを表示してください。 Velg et annet land eller region for å se innhold som gjelder der. Escolha para ver conteúdos específicos noutro país ou região. Välj ett annat land eller område för att se det innehåll som finns där. Konumunuza özel içerikleri görmek yapmak için başka bir ülkeyi veya bölgeyi seçin. Chọn quốc gia hoặc khu vực khác để xem nội dung cho địa điểm của bạn

Diese Box wird angezeigt, da die Seitensprache nicht mit einer den Browsersprachen übereinstimmt.

Close




Óleo de motor: mineral, sintético ou totalmente sintético?

O especialista alemão em óleos, LIQUI MOLY, explica as diferenças e mostra o que é realmente importante

Julho de 2020 – O óleo de motor deixou de ser um simples lubrificante para passar a ser um fluido de alta tecnologia. Enquanto isso, o número de tipos de óleos e especificações aumentou consideravelmente. Oliver Kuhn, diretor-adjunto do laboratório de óleo da LIQUI MOLY, clarifica o assunto e diz-nos o que realmente importa.

 

Que tipo de óleos existem?

Oliver Kuhn: Em termos gerais, os óleos de motor podem ser divididos em duas categorias: os óleos minerais e os óleos sintéticos. Os óleos minerais estão a tornar-se cada vez menos relevantes nos automóveis porque não têm um desempenho suficiente. Os motores modernos exigem muito mais do óleo do que motores mais antigos. E estas exigências apenas são satisfeitas pelos óleos sintéticos.

Ou seja, os óleos sintéticos são os melhores óleos?

Oliver Kuhn: Sim, mas também se pode misturar um óleo mineral com um óleo sintético. No entanto, estes óleos semi-sintéticos têm cada vez menos importância no mercado porque o desempenho não é suficientemente elevado devido ao teor mineral.

Parece complicado. Mas então, pelo menos, todos os óleos sintéticos são semelhantes?

Oliver Kuhn: Infelizmente, não. Há duas formas diferentes de produzir óleos sintéticos. Num dos métodos, o produto final é um óleo PAO. É o óleo sintético clássico, conforme apareceu no mercado nos anos 70. É muito puro quimicamente e tem um desempenho muito elevado, mas a sua produção também é muito cara. No outro método, o óleo é produzido através de hidrocraqueamento, motivo pelo qual estes óleos, no jargão da indústria, são também designados por óleos HC. Estes são mais modernos e surgiram nos anos 90. Oferecem hoje o melhor desempenho possível para todos os motores modernos.

É melhor usar um óleo PAO ou um óleo HC?

Oliver Kuhn: Na maioria das vezes, é uma escolha que nem sequer está disponível. Hoje em dia, quase todo o desenvolvimento de óleos é baseado em óleos HC. Muitas especificações de óleos só podem ser cumpridas com óleos HC.

Como reconheço de que óleo sintético se trata?

Oliver Kuhn: Não é assim tão simples porque não há uma terminologia uniforme. Nos Estados Unidos da América (EUA), por exemplo, tanto os óleos PAO como os óleos HC podem ser designados como totalmente sintéticos enquanto na Alemanha, só os óleos PAO podem receber essa designação. Por isso é que designamos os nossos óleos HC por "Synthese Technology" (Tecnologia de Síntese). Outros fabricantes de óleos usam termos como "100% synthetic" ou "synthetic mix", cujo significado não é claro.

Isto é bastante confuso.

Oliver Kuhn: Sim, é verdade. Mas a questão de qual o tipo de óleo sintético realmente usado num caso específico é basicamente irrelevante para condutores e oficinas. Não se trata de saber que óleo é presumivelmente melhor. O que interessa realmente é que o óleo cumpra as especificações que o fabricante automóvel prevê para o seu modelo. E isso encontra-se no Manual do Condutor do veículo, podendo também usar-se o nosso Guia de Óleos gratuito em www.liqui-moly.com.

Ou seja, se a especificação for a certa, é indiferente se se trata de um óleo PAO ou de um óleo HC?

Oliver Kuhn: Exatamente. No entanto, atribui-se uma importância cada vez maior aos pacotes de aditivos. Hoje em dia, são o ingrediente mais importante de um óleo de motor para além do óleo propriamente dito. São eles que garantem a maior parte do desempenho do óleo de motor. Em alguns óleos de motor muito modernos, o óleo-base pouco mais é do que o líquido condutor dos pacotes de aditivos.

Mas então, afinal, por que é que continua a haver discussões sobre qual é o melhor óleo sintético?

Oliver Kuhn: Isso vem do passado. Quando os primeiros óleos HC apareceram há 30 anos, a diferença de qualidade face aos óleos PAO era ainda maior. Mas isto já foi há muito tempo. Atualmente, nenhum perito entra sequer numa discussão destas.


Cláudio Delicado
Strategic Communication & Marketing
Sintra Business Park, Edifício 01 - 1° P
2710-089 Sintra

Telefone: +351 (21) 925 07 32
Fax: +351 (21) 925 07 34
E-mail: claudio.delicado@liqui-moly.com

Contacto

Portugal

Europe

Bosna i Hercegovina
Czechia
Danmark
Deutschland
Eesti
España
France
Great Britain
Hrvatska
Ireland
Italia
Kosovë
Latvija
Lietuva
Magyarország
Nederland
Norge
Österreich
Polska
Portugal
Schweiz
Slovensko
Srbija
Suomi
Sverige
Türkiye
Ελλάδα
Македонија
Монтенегро
Россия
Србија
Украина

Asia Pacific

Australia
Brunei
Indonesia
Malaysia
Myanmar
New Zealand
Pakistan
Singapore
Thailand
Việt Nam
Казахстан
Киргизия
ישראל
ایران
中国
日本
대한민국

Americas

Argentina
Bolivien
Brasil
Chile
México
Paraguay
Perú
Trinidad & Tobago
Uruguay

The United States, Canada and Porto Rico

Canada
USA

Africa, Middle East and India

South Africa
Uganda