• 03/01/2022
  • Empresa

A LIQUI MOLY termina o ano com um recorde de produção

Pela primeira vez, foram produzidas mais de 100 000 toneladas de lubrificantes, o que representa um aumento de 27%

Nunca a LIQUI MOLY tinha produzido tanto como este ano. O especialista alemão em óleos e aditivos produziu 105 000 toneladas de lubrificantes – 27% mais do que no ano anterior. "Ultrapassámos pela primeira vez a marca das 100 000 toneladas", afirma o diretor Ernst Prost. "O que já seria um grande desempenho é ainda mais impressionante tendo em conta as condições adversas que vivemos."
Nestas condições adversas incluem-se a escassez de matérias-primas, que não só lançou a confusão na estrutura de preços, como também provocou verdadeiros congestionamentos, e falhas na logística global que tornaram a receção das matérias-primas tão difícil como o envio dos produtos acabados aos clientes. E tudo isto num contexto em que os tipos de óleo estão cada vez mais diversificados e são cada vez mais difíceis de fabricar, o que torna a produção ainda mais complexa. 
Este ano, o volume de produção aumentou não só nos óleos, como também nos aditivos. No total, saíram das linhas de produção 16,3 milhões de latas com os aditivos para combustível, óleo e líquido de refrigeração, o que representa um aumento de 14 por cento em comparação com 2020.
"Temos de agradecer este feito à nossa fantástica equipa, que ultrapassou os obstáculos com muita capacidade de improviso e flexibilidade", prossegue Ernst Prost. "E investirmos continuamente na modernização da produção e da logística valeu a pena." 

Tobias Gerstlauer
Leiter Öffentlichkeitsarbeit D/A/CH
Telefone:
+49 731 1420-890
Fax:
+49 731 1420-82
E-mail:
tobias.​gerstlauer@​liqui-​moly.de