Wähle ein anderes Land oder eine andere Region, um Inhalte für deinen Standort zu sehen. Select another country or region to see content for your location. Seleccione otro país o región para ver el contenido de su ubicación. Selecteer een ander land of een andere regio om de inhoud van uw locatie te zien. Vælg et andet land eller område for at se indhold, der er specifikt for din placering. Voit katsoa paikallista sisältöä valitsemalla jonkin toisen maan tai alueen. Choisissez un pays ou une région pour afficher le contenu spécifique à votre emplacement géographique. Επίλεξε μια άλλη χώρα ή περιοχή, για να δεις περιεχόμενο σχετικό με την. Scegli il Paese o territorio in cui sei per vedere i contenuti locali. 別の国または地域を選択して、あなたの場所のコンテンツを表示してください。 Velg et annet land eller region for å se innhold som gjelder der. Escolha para ver conteúdos específicos noutro país ou região. Välj ett annat land eller område för att se det innehåll som finns där. Konumunuza özel içerikleri görmek yapmak için başka bir ülkeyi veya bölgeyi seçin. Chọn quốc gia hoặc khu vực khác để xem nội dung cho địa điểm của bạn

Diese Box wird angezeigt, da die Seitensprache nicht mit einer den Browsersprachen übereinstimmt.

Close



"When the going gets tough, the tough get going."

Na sua circular de hoje, Ernst Prost faz paralelos entre o empreendedorismo, a motivação pessoal e o desporto

Bom dia, caras colegas e caros colegas!

 

"When the going gets tough, the tough get going." – É na luta que se revelam os fortes. Adoro esta expressão e fiz dela o meu lema há já muito tempo. Na altura do TSV Lauterbach, quando joguei na equipa juvenil e, depois, na equipa principal (embora estivesse normalmente na equipa B...) Futebol na divisão C. Não era possível descer mais e subir também não era fácil -:) Mas jogávamos como se fossem os jogos das nossas vidas. Era só pôr as chuteiras e fazer-nos à bola e ao adversário. Perder era uma merda e ganhar era o paraíso. Não havia nada para ganhar. Só nos interessava a nossa vontade de jogar e a nossa paixão.

Como é que esta paixão passa para o trabalho? Como conseguimos trabalhar com a mesma paixão e a mesma vontade com que nos entregamos às atividades dos nossos tempos livres? É uma boa pergunta, não é? Acredito que muito depende de cada um de nós, da vontade que cada um nós tem em ganhar vontade e da paixão que existe em nós e, depois, acaba por se revelar. Acho que tem muito pouco a ver com motivação. Ou se gosta ou não se gosta. Mas a frustração faz perder a vontade. Por isso, não se deixem apanhar pela frustração e, muito menos, por causa de ninharias. Posso criar as condições básicas, mas o resto tem de surgir por si. Com um "Anda lá, tudo consegues", talvez se consiga manipular as crianças, mas não os adultos.

Vontade e paixão, prazer do jogo, diversão no lazer ou no trabalho e vontade de ganhar... É fantástico! Acreditem: temos tudo isso dentro de nós. Só precisamos de o deixar sair! No passado, também corri uma maratona. E tenho também uma teoria em relação a este desporto: não tem a ver com força, nem com resistência e muito menos com rapidez, tem tudo e apenas a ver com capacidade de sofrimento... Bom, eu sei que isso pode ser discutido. Basta aguentar e estar disposto a torturar-se... Não se consegue nada com nada!

Também gostei muito de praticar boxe, mas prefiro não vos falar sobre os pensamentos que tive na altura. Não quero que fiquem admirados comigo... :-) Só vos digo que temos também de saber apanhar. Às vezes pouco, outras vezes mais. O tapete para o qual somos atirados não está lá para ficarmos deitados, está lá para voltarmos a levantar-nos... Atirar-nos cegamente ao outro vale tão pouco como descurar a guarda. A defesa e o ataque fazem os dois parte do jogo: nenhum destes aspetos pode ser descurado. E sem condição física, sem força e, principalmente, sem vontade de ganhar, não vale sequer a pena entrar no ringue. Como podem ver, o desporto tem muito a ver com o nosso trabalho, a nossa empresa e a nossa abordagem... E falta-me referir uma última coisa: os desportistas são duros, mas sempre justos!

Desejo-vos um excelente fim de semana! Com os meus cumprimentos desportivos,

 

Ernst Prost

Diretor


Portugal

Europe

Bosna i Hercegovina
Bŭlgariya
Czechia
Danmark
Deutschland
Eesti
España
France
Great Britain
Hrvatska
Ireland
Italia
Kosovë
Latvija
Lietuva
Magyarország
Nederland
Norge
Österreich
Polska
Portugal
Schweiz
Slovensko
Srbija
Suomi
Sverige
Türkiye
Ελλάδα
Македонија
Монтенегро
Россия
Србија
Украина

Asia Pacific

Australia
Brunei
Indonesia
Malaysia
Myanmar
New Zealand
Pakistan
Singapore
Thailand
Việt Nam
Казахстан
Киргизия
ישראל
ایران
中国
日本
대한민국

Americas

Argentina
Bolivien
Brasil
Chile
México
Paraguay
Perú
Trinidad & Tobago
Uruguay

Africa, Middle East and India

South Africa
Uganda

The United States, Canada and Puerto Rico

Canada
USA