Wähle ein anderes Land oder eine andere Region, um Inhalte für deinen Standort zu sehen. Select another country or region to see content for your location. Seleccione otro país o región para ver el contenido de su ubicación. Selecteer een ander land of een andere regio om de inhoud van uw locatie te zien. Vælg et andet land eller område for at se indhold, der er specifikt for din placering. Voit katsoa paikallista sisältöä valitsemalla jonkin toisen maan tai alueen. Choisissez un pays ou une région pour afficher le contenu spécifique à votre emplacement géographique. Επίλεξε μια άλλη χώρα ή περιοχή, για να δεις περιεχόμενο σχετικό με την. Scegli il Paese o territorio in cui sei per vedere i contenuti locali. 別の国または地域を選択して、あなたの場所のコンテンツを表示してください。 Velg et annet land eller region for å se innhold som gjelder der. Escolha para ver conteúdos específicos noutro país ou região. Välj ett annat land eller område för att se det innehåll som finns där. Konumunuza özel içerikleri görmek yapmak için başka bir ülkeyi veya bölgeyi seçin. Chọn quốc gia hoặc khu vực khác để xem nội dung cho địa điểm của bạn

Diese Box wird angezeigt, da die Seitensprache nicht mit einer den Browsersprachen übereinstimmt.

Close



Responsabilidade social das empresas

O diretor da LIQUI MOLY, Ernst Prost, fala sobre a economia para além da gestão

Caros(as) companheiros(as),

Mais um tema quente... Alguns pensam que têm uma empresa para ganhar o máximo de dinheiro possível, e pronto. Independentemente de como, com o quê e com quem. Numa sociedade esclarecida, isto não vai funcionar bem. (Esperemos.) Além disso, uma posição e uma atitude destas não são nada dignas do comerciante honesto, do empreendedorismo sólido e dos princípios da economia de mercado livre e social. As empresas têm de cumprir uma responsabilidade social; caso contrário, não servem para nada!

As marcas são muitas vezes os letreiros visíveis das empresas. As marcas refletem o que a chefia da empresa pensa, o seu modo de ação e por que princípios se rege ao gerir a empresa. Se não existir ética, moral, decência e responsabilidade e utilidade social, o cliente continua em frente e põe a marca, a empresa e os produtos de lado, mesmo que estes sejam muito baratos.

Uma empresa tem muito a ver com confiança em todos os aspetos porque nem tudo o que é importante é visível... Mesmo os nossos tempos de transparência decorrentes da Internet exigem confiança, não só para com instituições e empresas, mas principalmente para com as pessoas que estão por detrás delas e que personificam e vivenciam a empresa, a marca, a filosofia da empresa, os valores e os princípios. É precisamente em alturas de crises que as pessoas olham além das aparências e querem saber que empresa e que pessoas se encontram por detrás dos serviços e dos produtos oferecidos. Nessas alturas, não podemos só oferecer fórmulas vazias semânticas tiradas do baú do marketing. É bom vivenciarmos e amarmos verdadeiramente a marca, mantermo-nos fiéis aos seus princípios e assumirmos a nossa responsabilidade. As pessoas sabem muito depressa se o texto foi escrito por uma agência de publicidade ou se é autêntico e saiu da mente, do coração e da alma de uma equipa que defende tanto os benefícios do produto, como também a essência da marca, os valores da empresa e a responsabilidade política na sociedade de uma empresa.

Fico mal disposto quando vejo de que forma alguns gerentes de empresa deitam por terra a sua responsabilidade social para conseguirem mais uns cêntimos de proveitos. Despedem pessoas ou põem-nas em lay-off, esquecem-se de todos os padrões, lamentam-se e imploram a ajuda do Estado ao mesmo tempo que realizam manobras incrivelmente caras de melhoria da imagem da empresa... Já para não falar das exuberantes distribuições de lucros através do recurso a vários truques fiscais e com um intenso dumping social.

Uma gestão empresarial e uma promoção da marca autênticas, sustentáveis e que inspiram confiança funcionam de forma muito diferente. A economia deve servir as pessoas e não o contrário! As pessoas esperam solidariedade com a sociedade, lealdade para com cada indivíduo, a comunidade e o Estado, bem como uma gestão decente e respeituosa de uma empresa cujo produto vão comprar. Mais do que nunca. E NÓS esforçamo-nos, mais do que nunca, por cumprir diariamente esta missão, por ir ao encontro da confiança que depositam em nós e por fazer jus à nossa responsabilidade social.

Ernst Prost


Portugal