Wähle ein anderes Land oder eine andere Region, um Inhalte für deinen Standort zu sehen. Select another country or region to see content for your location. Seleccione otro país o región para ver el contenido de su ubicación. Selecteer een ander land of een andere regio om de inhoud van uw locatie te zien. Vælg et andet land eller område for at se indhold, der er specifikt for din placering. Voit katsoa paikallista sisältöä valitsemalla jonkin toisen maan tai alueen. Choisissez un pays ou une région pour afficher le contenu spécifique à votre emplacement géographique. Επίλεξε μια άλλη χώρα ή περιοχή, για να δεις περιεχόμενο σχετικό με την. Scegli il Paese o territorio in cui sei per vedere i contenuti locali. 別の国または地域を選択して、あなたの場所のコンテンツを表示してください。 Velg et annet land eller region for å se innhold som gjelder der. Escolha para ver conteúdos específicos noutro país ou região. Välj ett annat land eller område för att se det innehåll som finns där. Konumunuza özel içerikleri görmek yapmak için başka bir ülkeyi veya bölgeyi seçin. Chọn quốc gia hoặc khu vực khác để xem nội dung cho địa điểm của bạn

Diese Box wird angezeigt, da die Seitensprache nicht mit einer den Browsersprachen übereinstimmt.

Close



A arrogância do poder

O diretor da LIQUI MOLY, Ernst Prost, fala sobre a honra e o fardo da liderança

Caras colaboradoras e caros colaboradores,

A arrogância nem sempre é claramente visível ou está associada a uma atitude presunçosa e um nariz empinado. Por vezes, está bem disfarçada na pele do poder... O gabarola que, com o seu poder emprestado, retira todo o tipo de proveitos para si graças à sua posição reconhece-se à primeira vista. E as pessoas que se servem do seu poder de forma muito subtil e pela escondida?

Qualquer forma de arrogância é prejudicial. Mas a arrogância exercida através do poder é a pior porque prejudica a coesão social, a liberdade e a democracia, causando prejuízos às pessoas afetadas. "Faz de alguém chefe para veres o seu caráter..." O poder corrompe, o poder é, todos os dias, um teste à disciplina e à consciência de cada um. Só quem resiste às tentações do poder faz jus à sua função de líder. Continuar a trabalhar com humildade e honestidade apesar do poder e das muitas possibilidades exige um grande caráter e um coração grande.

Acho que muita gente aproveita as suas posições para encher os próprios bolsos ou afagar o ego. Mas não fazem nada em termos de responsabilidade pelos outros e pelo bem geral... Infelizmente, é fácil encontrar este tipo de pessoas na economia, na política, na comunicação social e em toda a nossa sociedade.

Quando olho para a nossa empresa, não vejo nada disso. Tenho a absoluta certeza que grande parte do nosso êxito se deve ao facto de todos nós deitarmos mãos à obra, servirmos a empresa, nos preocuparmos com as tarefas e o trabalho, garantindo que ninguém fique pelo caminho, ninguém seja intimidado e todos tenham alegria e gosto num trabalho bem-sucedido. – Se quiserem e tiverem tempo, leiam as minhas afirmações a este respeito na edição de ontem do jornal alemão Südwest Presse.

Sim, apesar de todos os êxitos, mantivemo-nos práticos, modestos, solidários e prontos para ajudar. Nem eu admitiria outra atitude. Os egoístas destroem as estruturas e a cultura empresariais, o ambiente de trabalho e a alegria. Os altruístas garantem que todos estejam bem. E as pessoas responsáveis preocupam-se com as outras pessoas, tal como se preocupam com o trabalho. Ser chefe é uma honra e um fardo ao mesmo tempo. Liderar significa ir à frente com bons exemplos.

Todos os nossos colegas, sem exceção, têm um comportamento exemplar. De outro modo, não haveria tanta gente a querer trabalhar connosco ou a procurar ter uma relação comercial connosco. Todos NÓS temos de ser exemplares. Cada comportamento tem uma consequência. No sentido positivo e negativo. Cada ação implica uma reação. O nosso êxito e a forma solidária, atenciosa e respeitável como lidamos uns com os outros só dependem de nós. Isso é um requisito para todos e quando há dias maus, temos de nos unir e não nos podemos descuidar.

E aproveitar-se da posição de chefe não é uma hipótese! Não podemos dar poder à arrogância! Agir sem delicadeza ou comportar-se como um hater na Internet não é humano. Uma vivência conjunta bem cuidada e civilizada, o respeito e a tolerância, assim como o amor pelo próximo é o que distingue uma empresa, uma sociedade e uma nação com os seus valores e ideais.

Com os melhores cumprimentos,

Ernst Prost


Portugal