Óleo para os mais recentes motores da Mercedes

O novo LIQUI MOLY Top Tec 6300 0W-20 é um dos primeiros com a aprovação 229.71 da Mercedes

Setembro de 2018 – Os mais recentes motores para veículos ligeiros de passageiros da Mercedes precisam de um óleo muito especial. O novo Top Tec 6300 0W-20 da LIQUI MOLY é um dos primeiros óleos aprovados oficialmente para esse efeito pela Mercedes. "É um duplo salto de desenvolvimento – tanto para a tecnologia de motores da Mercedes, como também para a nossa própria tecnologia de óleos," afirma Oliver Kuhn, diretor-adjunto do laboratório de óleo da LIQUI MOLY.

Os atuais modelos do Classe E precisam de um óleo deste género, assim como também alguns modelos do Classe C e do Classe S. Entre eles contam-se veículos diesel, a gasolina e também híbridos. O Top Tec 6300 foi aprovado oficialmente pela Mercedes (MB 229.71). "Este tipo de aprovação oficial do fabricante é a máxima distinção de qualidade que um óleo pode obter," diz Oliver Kuhn. "Confirma que o construtor automóvel testou o óleo e o considerou de boa qualidade." Além dos novos modelos Mercedes, o Top Tec 6300 é também adequado para modelos Jaguar e Land Rover (STJLR.51.5122).

O que distingue um óleo de ponta como este? O mais óbvio é ser um óleo especialmente fluido, com uma viscosidade de 0W-20. "Quanto mais fluido for o óleo, menor fricção interior tem e o motor funciona de modo mais eficiente," explica Oliver Kuhn. Esse é um dos quatro elementos essenciais no desenvolvimento de motores para baixar o consumo e as emissões. "Nesse aspeto, o desafio é garantir a lubrificação também em condições extremas, apesar da viscosidade reduzida." Além disso, tem um teor reduzido de cinzas, o que significa que os resíduos de combustão do óleo não sobrecarregam os sistemas de pós-tratamento dos gases de escape. Com outro óleo, os filtros de partículas de diesel e gasolina, por exemplo, ficariam obstruídos precocemente e teriam de ser trocados, com um custo muito elevado.

Tal como outros óleos de motor modernos, o Top Tec 6300 é tão especial que não pode ser utilizado noutros veículos. Caso seja abastecido num motor que não esteja concebido para o efeito, existe o risco de desgaste acentuado e até danos no motor. Oliver Kuhn: "É o preço a pagar pelos motores cada vez mais eficientes: o óleo transforma-se numa peça de substituição fluida, que se adequa apenas a motores muito específicos."


Cláudio Delicado
Strategic Communication & Marketing
Sintra Business Park, Edifício 01 - 1° P
2710-089 Sintra

Telefone: +351 (21) 925 07 32
Fax: +351 (21) 925 07 34
E-mail: claudio.delicado@liqui-moly.com

Contacto